Comissão Especial

A “Comissão Especial para Estabelecimento de Protocolos e Acompanhamento para Retorno às Atividades Presenciais” está procedendo com as devidas adequações do Instituto de Geociências para que a retomada gradual das atividades em suas dependências torne-se segura.

Você poderá acompanhar o andamento das ações neste website e nos boletins disponíveis aqui e enviados por e-mail.

PLANO USP – Fase atual: B – Retorno Parcial e Gradual

Este é o momento de preparação de ambientes e implementação dos protocolos de biossegurança pela administração da Unidade/Órgão.
A Fase B sinaliza o início do processo de flexibilização.
Para entrar na Fase B é imperativo que a região (DRS) onde se localiza o campus se encontre na Fase Amarela.
Ainda que seja necessário que o campus esteja em um DRS na Fase Amarela, essa condição não é suficiente para uma flexibilização imediata.
É obrigatório cumprir, no mínimo, 4 (quatro) semanas consecutivas na Fase B, antes de iniciar o processo de relaxamento das restrições.
Após as 4 (quatro) semanas na Fase B, tempo de permanência necessário para avaliar a estabilidade da doença no DRS, o Dirigente poderá permitir o retorno parcial e gradual de até 30% dos servidores técnicos e administrativos para atender às necessidades da pesquisa e de pós-graduação.
Nesta fase, os alunos dos cursos de graduação e os dos cursos de extensão, com exceção dos estudantes e profissionais da área da saúde humana e animal, não estão autorizados a retomarem as atividades presenciais, mesmo que bolsistas.

Número máximo de pessoas ocupando simultaneamente o mesmo ambiente de acordo com a área total do ambiente a ser ocupado.